Gastos com shopping virtual garante créditos de PIS/COFINS

Contribuintes que recorreram ao judiciário para obter crédito de PIS e de COFINS sobre despesas que têm com plataformas on-line estão conseguindo decisões favoráveis.

Com a venda de produtos através de shoppings virtuais aumentando, estas despesas estão sendo reconhecidas como insumos pelo judiciário.

Este entendimento é fundamentado em posicionamento do Superior Tribunal de Justiça – STJ, que considera insumo, estando apto a gerar crédito, tudo aquilo que é imprescindível para o desenvolvimento da atividade econômica.

Bruno Carrer Ciocchetti Pestana, advogado especialista em Direito Tributário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *